Após expor menor violentada, Sara Winter tem canal encerrado no Youtube

Rede Cultura – Fonte Bahia.ba

Foto: Fotos Públicas

O YouTube encerrou o canal da extremista Sara Giromini. Ela publicou o nome de uma menor do Espírito Santo, de 10 anos, que engravidou após ser estuprada por um tio. Além da identidade da criança, Sara Winter, como a ativista também é conhecida, revelou a unidade de saúde onde, com autorização da Justiça, foi feito o procedimento de interromper a gravidez.

Segundo os responsáveis pela plataforma, a punição foi aplicada por violação dos termos dos serviços. Ao G1, o Youtube justificou que tem “políticas rígidas que determinam os conteúdos que podem estar na plataforma e encerramos qualquer canal que viole repetidamente nossas regras”.

Comentários