Conta de luz seguirá com bandeira mais cara em julho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Redação – Rede Cultura/Bahia.ba

Foto: Aneel/ Divulgação

A bandeira tarifária vermelha patamar 2 – a mais cara – continuará valendo nas contas de luz de julho. A notícia foi confirmada  pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em nota divulgada nesta sexta-feira (25).

“Julho inicia-se com mesma perspectiva hidrológica desfavorável, com os principais reservatórios do SIN (Sistema Interligado Nacional) em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano, o que sinaliza horizonte com reduzida capacidade de produção hidrelétrica e elevada necessidade de acionamento de recursos termelétricos”, explicou a Aneel em nota.

Até este mês, eram cobrados neste patamar R$ 6,24 a mais a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos. No entanto, a diretoria da Aneel se reunirá na próxima terça-feira (29) para definir o valor. Segundo o diretor-geral da agência, André Pepitone, a bandeira vermelha 2 terá reajuste superior a 20%, ultrapassando R$ 7,50. Com informações do G1

Comentários