Desde início da pandemia, Bahia tem 12.579 profissionais da saúde contaminados com coronavírus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Rede Cultura/Fonte Bahia.ba

Por Arivaldo Silva

A Bahia tem 12.579 profissionais de saúde infectados com a Covid-19, os mesmos estão na linha de frente de combate ao novo coronavírus. A informação é da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), e consta no último boletim divulgado nesta segunda-feira (20).

O grupo que registrou maior índice de contaminação foi dos técnicos e auxiliares de enfermagem, com 4.008 testes positivos; seguido por enfermeiros (2.294); médicos (1.230); agentes comunitários de saúde (530); agentes comunitário de saúde (523); fisioterapeutas (370); agente de combate a endemias (211); dentistas (199); farmacêutico (199); nutricionista (193); assistente social (176); assistente social (176); psicólogos (134); biomédicos (41); fonoaudiólogos (36) e bioquímicos (2). A pasta da saúde estadual não divulgou o número de óbitos desses profissionais.

Foto: Reprodução/Sesab
Foto: Reprodução/Sesab

Nas últimas 24 horas, a Sesab registrou 1.123 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,9%), 51 óbitos (+1,8%) e 3.488 curados (+3,3%). Desde o início da pandemia, já foram contabilizados na Bahia, 123.292 casos confirmados, 108.032 já são considerados curados, 12.369 encontram-se ativos e 2.891 tiveram óbito confirmado.

Os casos confirmados ocorreram em 405 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (38,18%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (3.095,39), Itajuípe (2.596,26), Ipiaú (2.084,81), Madre de Deus (1.962,74) e Dário Meira (1.951,45).

Comentários